Extra - Dia da Mentira

Você já disse alguma mentirinha? Já surpreendeu alguém contando a maior lorota? Acha que mentir é a coisa mais horrível do mundo? Pois, no dia 1.º de abril, você vai poder soltar sua imaginação e rir com seus amigos contando mentiras grandes, pequenas, cabeludas ou maluquinhas. Mas lembre-se de gritar "1.º de abril!" antes que alguém leve a sério sua brincadeira!


 

 

História

Você sabia que o costume de contar mentiras no dia 1.º de abril teve sua origem na França? Pois é, os franceses mentem há muito mais tempo que nós!
Antigamente, na França, o início do ano era comemorado em 1.º de abril. Mas, em 1564, o rei francês Carlos IX adotou o calendário gregoriano, e o ano-novo passou a ser festejado em 1.º de janeiro.
Imaginem só a confusão! Muitas pessoas não gostaram da mudança de data e continuaram a considerar o 1.º de abril como o primeiro dia do ano, mandando convites para festas, votos de felicidades...
Nos anos seguintes, como forma de brincadeira, começaram a surgir nessa data convites para festas que não existiam e falsas mensagens de "feliz ano-novo". O costume se espalhou pelo mundo todo e, com o tempo, foram surgindo novas brincadeiras, até mesmo falsas manchetes de jornal e de televisão. Mas não se assuste, as mentiras são sempre leves, não prejudicam ninguém e deixam o Dia 1.º de Abril mais divertido.

 

Algumas verdades sobre as mentiras

* É possível enganar poucos por muito tempo e muitos por pouco tempo. Mas é impossível enganar todos o tempo todo. - Essa verdade é muito usada pelo meu pai quando ele fala de política.

* Na boca de um mentiroso, até a mais pura verdade parece mentira. - Essa frase foi tirada da fábula "O Menino e o Lobo", que minha avó sempre conta. Você conhece essa história? Ela fala de um garoto, pastor de ovelhas, que ganhou um apito para pedir ajuda se algum lobo atacasse seu rebanho. O menino começou a apitar todos os dias só para pregar peças e rir das pessoas, pois, cada vez que ele apitava, todos corriam desesperados para ajudá-lo. Mas um dia um lobo faminto atacou o rebanho e o menino apitou, apitou e ninguém apareceu para socorrê-lo. Todos achavam que era mais uma de suas brincadeiras. Depois disso, ele deve ter aprendido a lição!

* Mentira tem perna curta. - Essa é a frase preferida da minha mãe. No Dia 1.º de Abril lembre-se disso, pois, para que esse dia seja legal e divertido, a mentira tem que ter a perna bem curtinha mesmo!

 

A maior mentira sobre as mentiras

 

* Mentir faz crescer o nariz. - Essa todo mundo conhece! Quando eu era pequeno, comi sozinho um pacote de biscoitos de chocolate e menti para minha mãe que o gato do vizinho é que tinha comido. Foi nesse dia que ouvi essa frase pela primeira vez. Achei aquilo tão verdadeiro que corri assustado até o espelho para ver o tamanho do meu nariz. Algum tempo depois, assisti ao filme do Pinóquio e descobri que a mentira que minha mãe tinha dito sobre o nariz crescer era pior do que a minha sobre os biscoitos. É claro que hoje todos sabem que dizer que o nariz vai crescer é apenas uma brincadeira, mas, na época, eu achei muito estranho alguém contar uma mentira para ensinar a outro que é feio mentir!

 

Mentirinhas para o Dia 1.º de Abril

Quer inventar histórias engraçadas e originais para comemorar o Dia da Mentira? Então, clique aqui e escreva e imprima o seu jornal, Edição Extra de 1.º de Abril. Hoje, o repórter é você! Mas, antes, leia algumas pegadinhas bem divertidas, testadas e aprovadas por mim. Você vai adorar!


 

 

* Certa vez, eu e o Bocão pregamos uma peça em nossa turma da escola. Depois do recreio, dissemos para nossos colegas que a diretora tinha mandado avisar que não haveria mais aula naquele dia. Quando todos já tinham guardado o material, a professora chegou na sala e nós dois gritamos: "1.º de abril"! Todos caíram na gargalhada.

 

* Ano passado, enganei o Junim dizendo que aquele era o dia mais triste da minha vida porque os meus peixinhos tinham morrido. Ele veio me consolar e perguntou o que havia matado os coitadinhos, e eu respondi quase chorando: "Eles morreram afogados!". E sabe o que foi pior? O Junim acreditou!

 

* Uma vez contei pra Carol que o jornal do dia publicou uma notícia sobre um menino que adorava matar passarinhos. Eu disse pra ela que o garoto era tão malvado que jogava os pobres pássaros do 20.º andar de seu prédio. A Carol quase me bateu, pois ela não gosta de ouvir, nem de brincadeira, histórias de maus-tratos aos animais.

 

* Para minha professora, eu disse que li em uma revista que os cientistas franceses (falar em cientistas faz a mentira parecer verdade) descobriram que alimentar as vacas com cacau fazia com que elas produzissem leite achocolatado! Há, há, há... essa foi uma das melhores!

 

Viu como é fácil? Então, solte sua imaginação e divirta-se de montão, mas não esqueça que o dia é para brincar e não para magoar os colegas ou fazer maldades. As mentirinhas devem ser sempre sobre coisas e nunca sobre pessoas, combinado?
Feliz 1.º de Abril!

 

   
Copyright ©2002-2014 Ziraldo e Portal Educacional.
Todos os direitos reservados - Informações sobre licenciamento.